segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

“Nos limitamos as fronteiras da matéria, quando esquecemos, que a sublimidade, a vontade e o pensamento, podem alcançar vôos magníficos, tornando belo os sentimentos, acalmando a inquietude da mente, revelando o que no silêncio se esconde, trazendo a paz.” 

Um comentário:

  1. Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens
    é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
    Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita
    Ficarei radiante,mas se desejar seguir, saiba que sempre retribuo seguido
    também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
    Sou António Batalha.
    A Verdade Em Poesia.

    ResponderExcluir